TCA Infantil

Ansiedade x Compulsão Alimentar na Infância: Veja 5 dicas

Os seus filhos estão ansiosos? E acabam descontando tudo nas comidas? Eita, vamos olhar com calma essa situação. Aqui em Duas Pequeninas reunimos 5 dicas sobre o tema Ansiedade x Compulsão Alimentar na Infância. Acompanhe os detalhes a seguir.

Antes de mais nada, é sempre bom lembrar que a orientação médica e profissional se torna fundamental nesses momentos. Orientação médica e orientação psicológica com a criança.

Sobre as dicas, vamos lá:

1: Prática de atividade física

Será que a criança passa muito tempo com os eletrônicos? Está sedentária e com pouca atividade física ou esportiva? São pontos de atenção. Afinal, a prática de atividade física é fundamental para todos nós.

2: Beber água

A água pode saciar a nossa fome em muitos momentos. Além disso, a água vem com uma série de benefícios para a nossa saúde. Não podemos beber água somente quando temos sede. Lembre-se de sempre oferecer água aos pequeninos e pequeninas.

3: Atenção com a mente

Já falamos acima sobre Corpo Saudável (atividade física). Temos o pilar da Alimentação Saudável (o que comemos). E, por fim, precisamos destacar o tópico Mente Saudável. Ou seja, cuidar da cabeça da criança, como, por exemplo, com o acompanhamento de psicólogo infantil. A ideia é aprender a relaxar e respirar profundamente nos momentos de compulsão. E isso se torna ainda mais tranquilo com a ajuda de um profissional. Por vezes, nós mesmos, os adultos, transferimos para as crianças as nossas ansedades.

4: Entendendo a compulsão

É importante ter uma conversa franca com a criança para entendermos os motivos dessa compulsão. Quando vem essa fome em excesso? Por que isso acontece? Quando está estressado, a compulsão aumenta? São pontos para análise.

5: Cuidados com alimentação pesada

Afinal, uma coisa é você comer duas bananas em sequência. E outra é você comer duas coxinhas em sequência. Tenha atenção com a qualidade da alimentação da criança. Sempre priorizando frutas, verduras, legumes e alimentos leves. Conversar com um especialista é o mais indicado, existem alguns alimentos que aumentam o nível de agitação, outros ajudam a acalmar. Tudo está diretamente ligado e pode influenciar na saúde fisica e mental das crianças.

Um pouco sobre o TCA na infância

Para explanar um pouco mais esse tema, nós trouxemos aqui alguns pontos do artigo da Dra. Maria Clara Queiroga, médica psiquiatra (CRM: 194293).

Alguns comportamentos associados a alimentação devem levantar a suspeita de um transtorno de compulsão alimentar (TCA) na infância, como: consumir grandes quantidades de comida em curtos períodos de tempo, ter sensação de falta de controle, comer a ponto de se sentir desconfortável, comer quando não tem fome, comer escondido, sentir-se triste ou envergonhado depois de comer.

Crianças e adolescentes com o transtorno tendem a esconder sua compulsão alimentar das pessoas ao seu redor, muitas vezes por sentimento de culpa, tornando os sintomas difíceis de serem detectados.

Veja o artigo completo clicando aqui.

Mas e aí? Tem algo a compartilhar sobre este assunto? Participe do nosso Blog com os comentários abaixo.

Gostou do conteúdo? compartilhe!

Posts Recentes