Madrinha

A Importância da Madrinha

Madrinha – uma palavra que vem cheia de sentimentos. E hoje, dia 25 de novembro, celebramos o dia dela.Nós da, Duas Pequeninas, valorizamos o afeto e tem coisa mais gostosa do que esse carinho lindo de “dinda”? Mas você sabe como surgiu o apadrinhamento e a real importância de uma madrinha na vida de seus afilhados? Veja abaixo um trecho do artigo da Natura sobre o tema.
Como surgiu o apadrinhamento
Segundo o Cristianismo, Jesus Cristo foi batizado por São João Batista nas águas do Rio Jordão. Mas a relação entre o batismo e o apadrinhamento só foi formalizada pela Igreja Católica mais de mil anos depois, no Concílio de Trento (1545-1563), que estabeleceu novas normas para a prática religiosa. Uma delas, por exemplo, proibiu que os pais batizassem a criança, prática existente até então. Aos padrinhos também coube a função de mediar a relação entre o céu e Terra, conduzindo o afilhado pelo caminho do bem e da elevação espiritual.
Com o passar dos anos, a relação entre padrinho e afilhado foi se desvinculando da religião. Hoje, muitos pais fazem questão de eleger padrinhos para os filhos mesmo sem o batizado ou não pertencendo a nenhuma crença. Em comum, eles procuram pessoas que façam parte das suas vidas e que também possam participar da trajetória da criança – mais que um título, trata-se de um vínculo e um compromisso para a vida inteira.
Qual o papel dos padrinhos? Acompanhar a vida do afilhado não significa dar presentes caros ou estar perto fisicamente todos os dias: mesmo com a distância, é possível conhecer a rotina dele, saber como está o desempenho na escola ou se ele está vivendo o primeiro amor. Tampouco existe a necessidade de uma cerimônia religiosa para validar o vínculo entre padrinhos e afilhados.Confira artigo completo no site da Natura clicando aqui.
Fica aqui nossa singela homenagem para todas as madrinhas! Até a próxima ;)!

Gostou do conteúdo? compartilhe!

Posts Recentes